Feirante é proibido de trabalhar


O prefeito Vanderlon Oliveira Gomes, PR, está trabalhando com o intuito de melhorar a feira que acontece todo mês na Estância Turística de Salesópolis e que é uma tradição de mais de 100 anos.

Desde o mês de agosto está sendo intensificadas as fiscalizações visando cobrar a regularização dos feirantes que se encontram em débito com a municipalidade e proibir que os ambulantes que trabalham sem recolher os impostos, ficarem circulando pelo meio da feira, e segundo ao que a reportagem do JP apurou possui dezenas de feirantes que não recolhem os tributos há anos.

more

Os moradores da Estância Turística de Salesópolis que montam suas barracas e estão cadastrados na Prefeitura Municipal estão autorizados a montarem suas barracas normalmente sem nenhum prejuízo.

Mas infelizmente não foi o que aconteceu na primeira quinta-feira do mês de setembro quando o senhor José Carlos de Lima, 62 anos, chegou por volta das 3:30 da manhã para montar sua barraca de flores naturais e o fiscal da prefeitura o barra-lo, assim não o deixando trabalhar.

Segundo José Carlos o fiscal alegou que o nome dele não se encontrava na lista dos feirantes que estão autorizados a trabalhar e ainda foi ameaçado, pois se insistisse em montar sua barraca seria chamado o reforço policial para retirá-lo do local.

Nesse momento José Carlos perguntou se poderia montar a barraca de flores em outro local e imediatamente também foi proibido.

Com todo o ocorrido José Carlos não pode vender suas flores, visto que por conta do feriado prolongado, de 7 de setembro, teve um movimento acima da média, e segundo José Carlos nos passou teve um prejuízo de aproximadamente R$ 500,00.

Indignado com a atitude dos fiscais, José Carlos procurou ajuda com os vereadores entregando cópias de todos os documentos que possui e que lhe dão direito a trabalhar na feira para que alguma providência seja tomada quanto as atitudes dos fiscais.

O vereador Claudio do Prado Moraes, DEM, “Claudinho do Som”, falou a nossa reportagem logo após o término da sessão da câmara e disse que: “é um desrespeito muito grande com as pessoas da Estância Turística de Salesópolis e sabemos que tem feirantes de outras cidades com situação irregular quanto a pagamento de impostos e até o momento não foi concluído o trabalho para regularizar essa situação e quanto os feirantes da nossa cidade que estão regularizados não pode trabalhar na feira”.

“É um desrespeito muito grande e acima de tudo abuso de autoridade dos fiscais e não podemos aceitar essa situação e quero que todos aqueles que se sintam prejudicados busquem seus direitos, façam um Boletim de Ocorrência, apresentem seus prejuízos para que possam ser ressarcidos”, disse Claudinho.

JORNAL DO POVÃO 

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Google+ Social Icon
  • Twitter Social Icon

Jornal do Povão - Aqui Você faz a Diferença