Design sem nome (1).png

Jornal do Povão

Aqui Você Faz a Diferença

  • Mogi das Cruzes - SP

Deputado Estevam defende Atividade Delegada para as cidades do Alto Tietê



Em audiência realizada quarta-feira, 27 de junho em Mogi das Cruzes, com o comandante do CPAM-12, Coronel Wagner Prado, o deputado Estevam Galvão cobrou reforço policial, mais viaturas e a inclusão das cidades do Alto Tietê no programa Atividade Delegada.


A ação garante, através de convênio do município com o Estado, melhor remuneração do policial militar e reforço na segurança, já que o policial trabalharia nos dias de folga mediante pagamento extra pela Prefeitura Municipal.


Participaram da audiência os vereadores Lisandro Frederico (Suzano), Cláudio do Prado e Débora Rodrigues (Salesópolis) e a assessora do vereador Neto, Daniela (Itaquá). Todos pedem reforço policial – Salesópolis pede ainda reforço na patrulha rural, devido ao aumento significativo nos furtos e roubos a prédios públicos e residências naquela região.


O comandante do CPAM-12 falou sobre a defasagem de quase 10 mil policiais militares no Estado e os concursos públicos em andamento, que colocarão em breve mais 6 mil homens nas ruas. No entanto, o percentual ainda não atenderá toda a demanda. “Tenho defendido que os municípios façam convênio com o Estado e adotem a Atividade Delegada. Eles terão mais policiamento na rua, realizado pela própria PM, com viaturas, combustível equipamentos e custos empregatícios pagos pelo Estado. A Prefeitura pagará apenas um valor adicional ao policial para ele trabalhar nos períodos de folga”, explicou.


Estevam solicitou ao comandante que notifique formalmente as prefeituras e câmaras municipais sobre o programa e os oriente sobre a adesão. “A cidade economiza com gastos com Guarda Municipal, não onera a folha e tem policiamento capacitado nas ruas. Em contrapartida, o policial, que tem um dos piores salários do País, pode receber até R$ 1,5 mil a mais no final do mês. Ganha o policial e ganha a população”, apontou.


Além disso, nos próximos 120 dias o Estado receberá 1,3 mil novas viaturas. Parte dos veículos será enviada para o Alto Tietê. “Nossa região está com a frota bastante antiga, receberá parte das viaturas nesta próxima aquisição do Estado”, adiantou o comandante Prado.