Mês do Meio Ambiente: Projeto de reciclagem é destaque em Salesópolis

 

Como forma de celebrar o mês do Meio Ambiente, o Museu da Energia de Salesópolis inicia neste mês a edição 2019 do projeto "Aprendendo a Reciclar", na Escola Municipal Maria de Lourdes Gonçalves Toledo, no bairro Fartura.

 

Realizada em parceria com a COOPERARES - Cooperativa dos Recicladores de Salesópolis, a iniciativa integra a promoção de palestras, gincanas de arrecadamento de materiais recicláveis e trilhas ecológicas junto às escolas públicas de Salesópolis.

 

No último dia 05 de junho foi realizado a primeira etapa do programa, com a realização de palestra aos estudantes ministrada pelos monitores do Museu e os associados da COOPERARES. "O intuito do bate-papo foi esclarecer como é feito o trabalho dos recicladores de Salesópolis e destacar a importância da reciclagem, refletindo sobre o consumo de produtos e a relação do ser humano com o lixo gerado", explica o biólogo e educador do Museu da Energia, Fernando Maia.

 

O projeto nas escolas contribui, em média, com um aumento de 20% na arrecadação da coleta seletiva no município do Alto Tietê, que chega a aproximadamente 100 toneladas/mês. O projeto agora está na segunda etapa, que mobiliza toda a comunidade escolar na organização de uma gincana de arrecadação de garrafas plásticas e embalagens tetra pak. De forma a estimular os estudantes, após a contagem do material, prevista para o dia 13 de junho, a sala que conseguir arrecadar o maior número de itens será premiada com uma visita ao sítio Casarão do Café, no dia 26 de junho.

 

Constituída em 2005 e formada por um grupo de 21 associados, a COOPERARES atua tanto na zona urbana quanto rural de Salesópolis, e se apoia em projetos como o "Aprendendo a Reciclar" para aumentar a sua abrangência, conforme pontua a presidente da entidade, Janayna de Souza Silva. "Depois do projeto nas escolas, nas semanas após a conscientização sempre temos um aumento significativo na coleta. As crianças levam como tarefa para casa e multiplicam a informação junto aos pais. Além do ganho ambiental, a ação também se reflete no aumento de renda dos recicladores".

 

Desde o início do projeto, em 2015, já foram arrecadadas, junto à comunidade escolar de Salesópolis, mais de 40 mil garrafas PET. Segundo a COOPERARES, as gincanas nas escolas acarretam no aumento, em média, do dobro de destinação de embalagens PET pela associação à indústria recicladora.

 

SOBRE A FUNDAÇÃO ENERGIA E SANEAMENTO:

 

Criada em 1998, a Fundação Energia e Saneamento pesquisa, preserva e divulga o patrimônio histórico e cultural dos setores de energia e de saneamento ambiental. Atuando em várias regiões do Estado de São Paulo por meio da Rede Museu da Energia (São Paulo, Itu e Salesópolis) e do Núcleo de Documentação e Pesquisa, realiza ações culturais e educativas que reforçam conceitos de cidadania e incentivam o uso responsável de recursos naturais, trabalhando nos eixos de história, ciência, tecnologia e meio ambiente.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload