Dia Mundial do AVC tem programação especial no Parque da Cidade, em Mogi das Cruzes

 

Nesta terça-feira (29/10), Dia Mundial do AVC, o CONDEMAT – Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê vai promover uma ação especial no Parque da Cidade, em Mogi das Cruzes, para alertar a população sobre os riscos do Acidente Vascular Cerebral, doença cardiovascular que mais mata pessoas na Região depois do Infarto. A iniciativa faz parte do Projeto AVC, desenvolvido em parceria com o Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo, e contempla várias atividades para conscientizar sobre a doença e estimular hábitos saudáveis.

 

A programação do Dia Mundial do AVC começa às 8h30 e se estende até 12h30. O público terá a oportunidade de assistir palestras com diversos profissionais de saúde sobre o que é o AVC, como identificar sintomas, grupos de riscos e recuperação de sequelas, assim como realizar testes de diabetes, aferir a pressão arterial e praticar atividades esportivas. O evento conta com as parcerias das Secretarias Municipais de Saúde e de Esportes e Lazer e da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC).

 

Em 2018, o AVC foi responsável por 2.011 internações e 361 óbitos nas cidades do Alto Tietê. As estatísticas mostram que 1 em 4 pessoas, em média, terá um AVC durante a vida. A doença, aliás, é a principal causa de incapacidade neurológica em pacientes.

 

“A cada 6 segundos alguém morre por AVC no mundo e se trata de uma doença que não distingue suas vítimas. Embora tenha uma prevalência nas pessoas com mais de 60 anos, em especial em mulheres, pode afetar qualquer um e em qualquer momento da vida. Estar atento aos fatores de risco e, principalmente, saber identificar os sintomas para que o socorro seja rápido são fundamentais para aumentar as chances de sobrevivência e minimizar as sequelas”, alerta o médico Gustavo Bittencourt, coordenador dos Setores Críticos do Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo.

 

A meta do Projeto AVC é reduzir as estatísticas de mortes e também as sequelas pela doença. A iniciativa contempla etapas de treinamento de profissionais de saúde das redes municipais para um protocolo de atendimento e a conscientização da população. O objetivo com isso é possibilitar que as vítimas de AVC possam receber tratamento dentro das primeiras 4h30, o que aumenta as chances de sobrevivência e reduz os riscos de sequelas.

 

“É fundamental que a população saiba reconhecer os sintomas de um possível AVC para que busque ajuda rápido. Por isso, a importância desse trabalho de conscientização que o Consórcio, através do Projeto AVC, tem realizado nas cidades do Alto Tietê”, ressalta Adriana Martins, coordenadora da Câmara Técnica de Saúde do CONDEMAT.

 

As atividades do Dia Mundial do AVC serão realizadas no Parque da Cidade de Mogi das Cruzes, que fica na Rua Jardelina de Almeida Lopes, 451 - Parque Santana.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload