Design sem nome (1).png

Jornal do Povão

Aqui Você Faz a Diferença

  • Hiago Salesópolis

CONDEMAT amplia participação no Comitê de Bacia Hidrográfica do Alto Tietê


Municípios conquistaram cadeira titular no comitê e garantiram participação em todas as câmaras técnicas


Oito municípios da região do CONDEMAT – Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê, que fazem parte da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê, conseguiram cadeira titular no Comitê de Bacia Hidrográfica do Alto Tietê (CBHAT) para a gestão 2021/2023, que terá como presidente o prefeito de Ribeirão Pires, Clóvis Volpi. Os municípios que terão participação direta no comitê com direito à voto são Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis e Suzano.


A eleição do colegiado regional e estratégico, corresponsável pela gestão dos recursos hídricos na Região Metropolitana do Estado, foi realizada hoje (08/04) e contou com a participação de representantes do Estado, Municípios e sociedade civil.


A representatividade da região também foi ampliada com a participação em todas as Câmaras Técnicas do Comitê – de Educação Ambiental, Gestão de Investimentos, Águas Subterrâneas, Monitoramento Hidrológico e Planejamento e Articulação.


O consórcio garantiu ainda a participação no Conselho Deliberativo da Fundação Agência da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê (FABHAT), por meio do município de Salesópolis e nos Conselhos Estaduais de Saneamento (CONESAN) e Recursos Hídricos (CRH), com a representação do município de Ferraz de Vasconcelos.


O prefeito de Salesópolis e membro do Conselho de Prefeitos do CONDEMAT, Vanderlon Gomes, enalteceu a conquista da região com a maior representatividade já alcançada no comitê. “Essa é uma conquista histórica da nossa região que irá fortalecer as nossas demandas regionais e, sobretudo, dará celeridade ao projeto que visa à compensação financeira aos municípios produtores de água, umas das grandes lutas do CONDEMAT”, disse.


O Comitê de Bacia Hidrográfica do Alto Tietê é composto por representantes dos três níveis do poder público, além da sociedade civil, e abrange discussões em que são avaliados todos os desafios relacionados ao uso das águas das bacias hidrográficas e cumpre papel fundamental na elaboração das políticas para gestão da bacia.

42 visualizações