Design sem nome (1).png

Jornal do Povão

Aqui Você Faz a Diferença

  • Hiago Salesópolis

CONDEMAT promove o 2º Fórum Internacional de Educação dos Municípios do Alto Tietê


Os desafios e as perspectivas da pandemia nos anos iniciais do ensino fundamental serão tema do Fórum virtual, que ocorre em setembro

O CONDEMAT – Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê promove, no mês de setembro, o 2º Fórum Internacional de Educação dos Municípios do Alto Tietê. Com o tema ‘Anos iniciais do ensino fundamental: desafios e perspectivas em tempos de pandemia’, o Fórum vai reunir, através de videoconferências, mais de sete mil profissionais das redes públicas de ensino dos 12 municípios que integram o consórcio: Arujá, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Branca, Santa Isabel e Suzano. O evento contará com a participação de palestrantes de atuação nacional e internacional, e tem o apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), Itaú Social e de outras instituições renomadas de apoio à educação.


Serão cinco sessões transmitidas pela internet, nos dias 02, 09, 16, 23 e 30 do mês de setembro, das 18h às 21h. As palestras e debates discutirão as consequências da paralisação das atividades escolares presenciais, do isolamento social de crianças e professores e, principalmente, os cuidados necessários para a preservação da saúde e dos direitos educacionais dos alunos, dos profissionais e de suas famílias.


As inscrições são exclusivas para os profissionais dos anos iniciais do ensino fundamental dos municípios participantes do evento. Por ser uma atividade de formação profissional, os participantes inscritos, que acompanharem todas as cinco sessões e realizarem as atividades complementares, receberão certificados. As sessões do Fórum poderão ser acompanhadas por educadores de todo Brasil em transmissão aberta em tempo real via YouTube no canal Fórum Educação Alto Tietê.


“Depois da grande experiência e bagagem adquirida com o 1º Fórum de Educação do Alto Tietê, esta será mais uma oportunidade de intercâmbio de experiências e projetos educacionais regionais, nacionais e internacionais, além de promover e incentivar a qualidade da gestão da educação pública municipal, coroando as iniciativas e todo o trabalho desenvolvido pela Câmara Técnica de Educação”, disse o presidente do CONDEMAT, Rodrigo Ashiuchi.


De acordo com o coordenador da Câmara Técnica do CONDEMAT, Leandro Bassini, o tema escolhido para o Fórum é uma sequência das discussões iniciadas na primeira edição, em 2020, e leva em consideração as dificuldades enfrentadas na Educação, tanto no ensino aos alunos, quanto na gestão escolar.


“Os impactos educacionais advindos da pandemia ainda devem perdurar por muito tempo, e esta troca de experiências e debates que o Fórum propõe são de grande relevância para que os municípios superem os desafios e busquem novos caminhos e alternativas para prover uma educação igualitária e com qualidade” destacou.

As experiências dos educadores da região e uma seleção atualizada de documentos e materiais de apoio relativos aos impactos da pandemia sobre a educação das crianças, serão disponibilizados no portal do evento: www.forumeducacaoaltotiete.com.br.

Programação

Grandes e renomados educadores do cenário nacional e internacional vão participar do 2º Fórum Internacional de Educação dos Municípios do Alto Tietê, confira a programação:

Dia 02/09 - Anos iniciais do ensino fundamental e pandemia: desafios e aprendizados sobre a crise

Fernanda Leopoldina Parente Viana


Licenciada em Psicologia, pela Universidade do Porto, com Mestrado e Doutoramento em Psicologia da Educação pela Universidade do Minho.

Professora Magda Soares


Doutora em Educação pela UFMG. Professora Titular Emérita da Faculdade de Educação da UFMG. Pesquisadora do Centro de Alfabetização, Leitura e Escrita - CEALE, FaE/UFMG. Coordenadora do projeto ALFALETRAR, na rede municipal de Lagoa Santa, MG.

Dia 09/09 - Formação de professores e políticas de avaliação para a aprendizagem


Paula Baptista Jorge Louzano

Diretora da Faculdade de Educação da Universidade Diego Portales em Santiago, Chile. Ela fez Pedagogia na Universidade de São Paulo. Tem mestrado em Educação Comparada pela Universidade Stanford e doutorado em Política Educacional pela Universidade Harvard.


Chico Soares

Doutor em Estatística pela University of Wisconsin - Madison e pós-doutor em Educação pela University of Michigan - Ann Arbor

Dia 16/09 - Avanços e retrocessos nas políticas de alfabetização e os limites e possibilidades das novas tecnologias nos anos iniciais do ensino fundamental


Telma Ferraz Leal

Doutora em Psicologia pela Universidade Federal de Pernambuco, com Pós-Doutorado em Educação pela Universidad de Buenos Aires. Atua como professora da Universidade Federal de Pernambuco, no Centro de Educação

Lilian Cassia Bacich Martins

Doutora em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano (USP), Mestre em Educação: Psicologia da Educação (PUC/SP), Bióloga (Mackenzie) e Pedagoga (USP).

Dia 23/09 - Educação e o enfrentamento das desigualdades

Macaé Evaristo

Professora, assistente social, mestra e doutoranda em educação pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. Foi Secretária de Educação de Belo Horizonte e Secretária de Educação do Estado de Minas Gerais.

Artur Gomes de Morais

Obteve graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Pernambuco (1981), mestrado em Psicologia (Psicologia Cognitiva) pela Universidade Federal de Pernambuco (1986) e doutorado em Psicologia pela Universidad de Barcelona (1996). Fez pós-doutorado na Universidad de Barcelona e no INRP-Paris (2005). Em 2011 fez um segundo pós-doutorado na UFMG e, em 2015, outro na UPEC-Paris.

Dia 30/09 - A base nacional comum curricular e os currículos dos anos iniciais do ensino fundamental: garantir os direitos de aprendizagem

Katia Cristina Stocco Smole

É doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, na área de ensino de ciências e Matemática, possui mestrado em Educação, na área de didática na mesma instituição. Fez especialização e aperfeiçoamento em Matemática pelo Instituto de Matemática e Estatística da USP, graduação em Bacharelado e licenciatura plena pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Moema.

Luís Carlos Menezes

Bacharel em Física (Universidade de São Paulo -1967), Mestre em Física (Carnegie Mellon University -1971), Doutor em Física (Universitaet Regensburg -1974). Professor Sênior do Instituto de Física e Membro da Coordenação da Cátedra de Educação Básica do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo.

18 visualizações