Design sem nome (1).png

Jornal do Povão

Aqui Você Faz a Diferença

  • Hiago Salesópolis

Modernização do Museu da Energia de Salesópolis acontece esse ano


Aprovação em edital do ProAC garante reforma estrutural até dezembro


O projeto “Conservação Preventiva Telhados e Pintura - Espaços Expositivos (Espaço das Águas e Energia) e Recepção do Museu da Energia de Salesópolis” foi uma das iniciativas premiadas através do Edital de 2020, “Modernização de Museus, Arquivos e Acervos” uma iniciativa do Programa de Ação Cultural (ProAC) da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.


“Por meio deste projeto, será realizada a reforma dos telhados (troca de madeiramento, telhas, tratamento de fissuras e infiltrações), pintura interna e de fachada. A conservação desses espaços é de extrema relevância na preservação do patrimônio histórico e cultural local”, explica Simone Villegas, Coordenadora do Museu da Energia de Salesópolis.


A cotação e a contratação da empreiteira, primeira das etapas do projeto, já está em andamento, mas devido às fases mais restritivas da pandemia do Plano São Paulo, o início da realização das obras foi adiado. “A Fundação optou por aguardar o retorno à fase laranja, visando a segurança dos seus colaboradores e prestadores de serviços”, explica a Coordenadora.


De acordo com Simone, as edificações do local passaram por restauro entre os anos 1999 e 2000, quando o Museu foi inaugurado. Durante as duas décadas seguintes, tiveram apenas reparos pontuais nas coberturas, reforçando a necessidade da obra neste momento. O prazo de finalização das obras está previsto para dezembro deste ano.


O Museu da Energia de Salesópolis está instalado na área da centenária usina hidrelétrica da cidade, construída a partir de uma demanda de mercado nas primeiras décadas do século XX pela necessidade de iluminação pública. Simone relata que a trajetória da usina e suas casas se conectam com as histórias de vida da população do município, o que promove um vínculo do indivíduo com a sociedade.


“Seu conjunto arquitetônico, formado pelas residências da época, foram adaptadas e transformadas nos espaços expositivos e de acolhimento ao visitante. Atualmente, esses espaços no museu têm a função de informar e educar por meio de exposições, atividades recreativas, teatro, oficinas etc. São ambientes que despertam a curiosidade, estimulam a reflexão e o debate, promovem a socialização e os princípios da cidadania”, finaliza.

Fases de execução do edital:

  1. Contratação de empreiteira;

  2. Firmamento de contrato para início de obras;

  3. Implantação da obra e instalação de acessos (andaimes);

  4. Remoção parcial da cobertura;

  5. Substituição de ripamento e telhas de barro, conforme características construtivas da edificação;

  6. Remoção e instalação de rufos e calhas em aço galvanizado;

  7. Tratamento de trincas e fissuras nas paredes com argamassa;