top of page
Design sem nome (1).png

Jornal do Povão

Aqui Você Faz a Diferença

  • Hiago Salesópolis

Professores da Orquestra de Cordas Concertare e Sinfônica Mogi recebem workshop ensino coletivo

Foto: Divulgação



Oficina ‘Os Primeiros Passos no Ensino Coletivo de Cordas’, com o músico e professor José Márcio Galvão, ensinará técnicas que serão utilizadas nas aulas de violino, viola e violoncelo para alunos de 6 a 15 anos do CEU das Artes Vila Nova União

Os professores, professoras, músicos e musicistas que integram a Orquestra Sinfônica de Mogi das Cruzes participarão de um workshop gratuito com o artista, professor e entusiasta do ensino coletivo de instrumentos, José Márcio Galvão. Nos próximos dias 22 (segunda) e 23 (terça-feira), o convidado ministrará o curso ‘Os Primeiros Passos no Ensino Coletivo de Cordas’, com técnicas que posteriormente serão utilizadas nas aulas de violino, viola e violoncelo para alunos de 6 a 15 anos do CEU das Artes Vila Nova União.


Em 12 horas de oficina, o conteúdo passará pelos primeiros passos de como ensinar em grupo, pelas etapas de ensino coletivo, por dicas para aprimorar a postura, sonoridade, afinação e musicalidade na aula coletiva, por técnicas de ensino para aulas em grupo, pela participação da família durante o processo de ensino e aprendizagem, pela rotina de aula coletiva e por orientações para lidar com os diferentes ritmos de aprendizado.


Enquanto o primeiro dia é mais teórico, o segundo dia de atividades terá a participação dos alunos do projeto Concertare, já que os conteúdos abordados anteriormente com os professores serão aplicados a eles, como em uma masterclass.

E há 10 vagas para que o público, em ambos os dias, possa participar como ouvinte. O link para inscrição será divulgado no perfil @orquestradecordas.concertare, no Instagram.


A oficina será realizada no Centros Educacionais Unificados (CEU) das Artes, na Vila Nova União, ao número 1.386 da avenida Hélio Borestein, e “oferece o passo a passo inicial de como ensinar habilidades por meio do ensino coletivo de cordas”, explica José Márcio Galvão, professor de violino e coordenador pedagógico do Programa de Ensino Coletivo de Cordas do Instituto Baccareli e consultor pedagógico do Instituto de Música Jacques Klein, que coleciona experiências internacionais.


“A oficina é importante para todo(a) professor(a) que deseja trabalhar com ensino coletivo, não somente de cordas (violino, viola ou violoncelo), mas de qualquer instrumento, pois ela mostra os primeiros passos na iniciação dessa modalidade, quais as prioridades no ensino de um instrumento, e melhores estratégias para se obter bons resultados”, conta a responsável pela organização da atividade, a violinista mogiana Raquel Dias.


Artista, instrumentista e professora, Raquel integrou a Orquestra Sinfônica de Mogi das Cruzes de 2003 a 2014.

“O primeiro contato que tive com o professor José Márcio Galvão foi em um Painel Funarte no Rio de janeiro, quando ele foi um dos convidados para ministrar uma aula. Após isso fiz alguns cursos com ele no Instituto Baccarelli e também online durante a pandemia”, conta ela.


Ao trazer um profissional que já participou do Festival Internacional Suzuki de Música, no Peru, e que coleciona participações em cursos de formação, conferências e encontros em países como Argentina, México e Estados Unidos, ela espera “dar mais motivação aos professores e também fornecer novas ferramentas, estratégias e conteúdos, para que possam melhorar a performance com os alunos, trazendo assim mais domínio e propriedade nas aulas”.


Voltada aos professores, professoras, músicos e musicistas da Orquestra de Cordas Concertare e Sinfônica de Mogi das Cruzes, a oficina ‘Os Primeiros Passos no Ensino Coletivo de Cordas’ será realizada das 9 às 12 horas, e das 13h30 às 16h30 nos próximos dias 22 e 23 de maio. Para acompanhar, é só ficar ligado no Instagram @orquestradecordas.concertare.


Foto: Divulgação

23 visualizações

Comments


bottom of page