Vereadores da Estância Turística de Salesópolis pregam a UNIÃO

 

Com a presença dos Padres Antônio Carlos Alves Menezes, Paróquia Nossa Senhora dos Remédios e do Padre Roberto Ribeiro dos Santos, Paróquia São José, da Estância Turística de Salesópolis; presidente do COMTUR e do PROTUR e seus filiados, presidente da Associação Comercial ; Sargento Martins, Comandante do Destacamento da Polícia Militar e munícipes o plenário da câmara municipal ficou lotada para a sessão se não a mais importante do ano, pelo menos foi a mais concorrida em termos de público.

 

Tudo se deu pelo fato da realização da eleição para a presidência da Casa de Leis, que ocorre anualmente na última sessão ordinária.

 

Depois de uma semana de especulações sobre possíveis candidatos ou se haveria algum “conchavo” político para eleger um ou outro candidato, tudo ficou bem definido e praticamente o prefeito Vanderlon Oliveira  Gomes,  PR, saiu fortalecido com a eleição de Nilson Satolu Imamura, PSDB, na qual pertence o ex-prefeito Antônio Adilson de Moraes.

 

Pode-se ver na plateia uma insatisfação com a eleição de Nilson Satolu Imamura, visto que havia interesses políticos entre ambos os lados e com certeza quem perde não fica nada feliz e assim terá que passar mais um ano a espera que algum milagre venha ocorrer.

 

Milagre esse que foi citado por várias vezes pelos vereadores que subiram a tribuna quando pregaram a UNIÃO na Estância Turística de Salesópolis, e união essa que até mesmo o cidadão Salesopolense Padre Antônio Carlos Alves de  Menezes, pregou e até realizou no Distrito Nossa Senhora dos Remédios a Festa da União das Famílias.

 

Mas ai fica uma pergunta pairada no ar e que toda a população gostaria de saber e claro ter certeza acima de tudo pois promessas estão todos acostumados a ouvirem e nada ser feito.

 

Será mesmo que há união na Estância Turística de Salesópolis ou será que as pessoas e principalmente políticos veem apenas seus interesses pessoais e procuram uns aos outros quando estão realmente precisando de algo em troca.

 

Ficaram bem nítidos na sessão de segunda-feira, 11 de dezembro que a “tal união” pregada pelos vereadores não existe na Estância Turística de Salesópolis e dificilmente poderá existir enquanto interesses pessoais ou de grupos forem colocados em primeiro plano.

 

Mas com certeza uma coisa ninguém pode negar que o prefeito Vanderlon conseguir unir seu grupo e muito bem, pois alinhados elegeram a mesa diretiva para o exercício de 2018 e que com certeza irá apoiar todos os atos do executivo.

 

Resta saber como vai agir a “oposição”, visto que com cinco vereadores a tendência é que todos os projetos do prefeito Vanderlon sejam facilmente aprovados pelo plenário, mesmo com um ou outro vereador dizer que está trabalhando em prol apenas da população e que só vai agir se tudo for de interesse coletivo.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload