Design sem nome (1).png

Jornal do Povão

Aqui Você Faz a Diferença

  • Estância Turística de Salesópolis

Renasce Tietê chega a Salesópolis e Mogi das Cruzes


TIETÊ NA MIRA - Não é só o Pinheiros que está na mira do governador João Doria. O programa de revitalização do Tietê, iniciado em 2011, será retomado pela Secretaria de Infraestrutura e Meio ambiente a partir do segundo semestre de 2020.

Batizada de Renasce Tietê, a iniciativa tem por objetivo implantar o maior parque linear do mundo, com 75 quilômetros de extensão e 107 km² de área, ao longo do rio, no trecho entre o Parque Ecológico, na Penha (Zona Leste da capital), e o Parque Nascentes, em Salesópolis (região metropolitana).

PREVENÇÃO DAS INUNDAÇÕES - A novidade será apresentada às comunidades de Salesópolis e Mogi das Cruzes nesta quarta-feira (6 de novembro) e quinta-feira (7 de novembro), respectivamente, pelo Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) e pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), um dos financiadores do projeto. A obra reforçará a proteção da várzea do rio contra as inundações da zonas urbanas na região.

  • Em Salesópolis, o encontro acontecerá das 18h às 20h, no Espaço Cultural Dita Parente (antigo Mercado Municipal), situado à Rua XV de Novembro, nº 760 – Centro.

  • Já em Mogi das Cruzes, a reunião ocorrerá das 18h às 20h no Auditório da Prefeitura, Auditório (térreo) – Avenida Vereador Narciso Yague Guimarães, nº 277.

Parque Várzeas do Tietê:

O Programa Parque Várzeas do Tietê – PVT – prevê a implantação do maior parque linear do mundo. Com 75 quilômetros de extensão e 107 km² de área, o Parque está sendo implantado ao longo do Rio Tietê, unindo o Parque Ecológico do Tietê (localizado na Penha) e o Parque Nascentes do Tietê (localizado em Salesópolis). O Projeto, que teve início em 2011, tem como objetivo aumentar a capacidade de absorção de água na bacia do Alto Tietê. Para isso, estão sendo desenvolvidas obras e ações para recuperação das várzeas nos trechos afetados por ocupação irregular, proteção do meio ambiente natural em trechos preservados, promoção de usos sustentáveis e compatíveis com a função natural das várzeas, como lazer, turismo, cultura e educação e, por fim, garantia de habitações dignas para a população a ser realocada pelo seu reassentamento. O PVT beneficiará diretamente 3 milhões de pessoas, levando mais qualidade de vida à população dos municípios de São Paulo, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Poá, Suzano, Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim e Salesópolis. Nesta fase inicial, o projeto foi implantado num trecho de 25 quilômetros de extensão, da barragem da Penha até a divisa com Itaquaquecetuba, contemplando os municípios de São Paulo e Guarulhos, provendo à área equipamentos de recreação, esporte, cultura, na forma de parques e núcleos de lazer; e mobilidad