Hospitais estaduais do Alto Tietê terão 278 novos leitos SUS para enfrentamento ao coronavírus


Capacidade será ampliada em 35,1%. Dos novos leitos,181 são para internação de Clínica Médica e 97 para UTI nas cidades Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes e Suzano



Foi publicada sexta-feira (03/04) a relação de hospitais estaduais que terão ampliação de leitos SUS (Sistema Único de Saúde) para o enfrentamento ao coronavírus na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). No Alto Tietê, a capacidade será reforçada em 35,1%, com a abertura de 278 novos leitos em unidades de saúde existentes nas cidades de Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes e Suzano. Desse total, 181 são para internação de Clínica Médica e 97 para UTI (Unidade de Terapia Intensiva), segundo apurou o CONDEMAT – Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê.


No caso da Clínica Médica, os novos leitos são para implantação imediata nas seguintes unidades de saúde: Hospital Geral de Guarulhos (4), Hospital Geral de Itaquaquecetuba (5), Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo (22), Hospital Dr. Arnaldo Pezzuti Cavalcanti (60) e Hospital Auxiliar das Clínicas /HC Suzano (90)- veja tabela.


Dos 97 novos leitos de UTI, 47 são para habilitação imediata no Hospital Geral de Guarulhos (23), no Hospital Geral de Itaquaquecetuba (12) e no Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo (12). Assim como no caso da Clínica Médica, pela deliberação estadual esses leitos já estão aptos para o uso conforme a demanda de pacientes.


Os outros 50 leitos de UTI dependem de equipamentos e recursos humanos para serem ativados. Eles deverão funcionar no Hospital Geral de Guarulhos (30), Hospital Geral de Itaquaquecetuba (10) e no HC Suzano (10) – não há data informada, mas a expectativa é de que estejam liberados em 30 dias.


Essa ampliação de leitos será feita com a verba destinada pelo Ministério da Saúde para uso na RMSP, sendo que parte foi destinada aos municípios que possuem serviços próprios de média e alta complexidade – foram destinados R$ 4,7 milhões para 10 cidades do Alto Tietê – e o restante ficou para as unidades estaduais.


O Estado contabiliza a existência atual de 834 leitos nos 21 hospitais públicos (estaduais e municipais) em funcionamento em 10 cidades do Alto Tietê – a exceção é Biritiba Mirim. Desse total, 790 são leitos SUS, sendo 655 de Clínica Médica e 135 de UTI.


Com o novo investimento, a capacidade de leitos SUS na rede estadual da Região será ampliada em 35,1% (de 790 passará para 1.068). Na Clínica Médica a ampliação será de 27,6% (sairá de 655 para 836), enquanto na UTI será de 71,8% (subindo de 135 para 232).


O Hospital Auxiliar de Suzano é a unidade que receberá o maior número de leitos – 100, sendo 90 na Clínica Médica e 10 na UTI.

JORNAL DO POVÃO 

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Google+ Social Icon
  • Twitter Social Icon

Jornal do Povão - Aqui Você faz a Diferença