top of page
Design sem nome (1).png

Jornal do Povão

Aqui Você Faz a Diferença

  • Hiago Salesópolis

SALESÓPOLIS: Morre aos 60 anos, Paulo das Ervas




Morreu domingo, 3 de dezembro Paulo de Jesus Pereira, carinhosamente conhecido como Paulo das Ervas, aos 60 anos de idade, vítima de infarto.


Paulo era conhecido internacionalmente pelas suas plantas medicinais e pelo seu estilo simples e acolhedor com todas as pessoas que o procuravam diariamente.


Uma pessoa culta e inteligente o Fitoterapeuta Paulo de Jesus Pereira (Paulo das Ervas) cultivava mais de 800 espécies de plantas, sendo 80 espécies frutíferas, e as demais ervas medicinais.


No quintal de Paulo das Ervas tudo é transformado em remédio para o corpo e alma.


Seu sítio virou um verdadeiro Santuário Natural, sendo que fez um resgate a cultura e tradição popular mostrando que é possível a prevenção de doenças.


Paulo ganhou dezenas de títulos, foi reconhecido internacionalmente, sendo uma pessoa respeitada no que tange ao tratamento medicinal.


No final do mês de novembro, Paulo foi acompanhado de sua esposa Lia para o Perú, para receber o Prêmio de Qualidade e participar de um treinamento para alavancar ainda mais os trabalhos e projetos da empresa.

foto

A serenidade de quem recebeu certificação Global de Qualidade por seus produtos e serviços.


Com mais de 500 mil inscritos no Youtube; 100 mil seguidores no Instagram e 350 mil no Tik Tok, Paulo das Ervas era uma pessoa muito querida na sua terra natal, mas reconhecido internacionalmente por suas pesquisas e trabalhos com plantas medicinais.


Seu ultimo prêmio foi na cidade de São Paulo na Assembléia Legislativa. onde Paulo acompanhado de sua esposa Lia receberam o Título de Conde e Condessa no final do mês de novembro e estava aguardando a publicação no Diário Oficial para poder divulgar mais esse reconhecimento por seus estudos; dedicação e amor que tinha pelas plantas medicinais, com um único intuito de ajudar ao próximo.


Paulo de Jesus Pereira deixa um grande legado para a cidade de Salesópolis, mas principalmente para o mundo, pois foi uma pessoa que ao longo de sua vida, com seu chapéu e sua simplicidade na maneira de tratar as pessoas foi reconhecido Internacionalmente.





2.851 visualizações
bottom of page