A Capela do Seminário

13/09/2017

 

 

A espiritualidade é um dos pilares da formação dos futuros sacerdotes, a oração é a primeira expressão da vida espiritual e a capela é o lugar sagrado e o ambiente mais propício de oração.

 

O seminário diocesano de filosofia e teologia Sagrado Coração de Jesus, localizado no aprazível e exuberante bosque do sítio Tabor, da Diocese de Mogi das Cruzes, ainda não tem sua capela propriamente dita, pois a que tem não é mais que uma sala adaptada. Assim, há anos, acalenta-se o sonho de se construir a capela, para as orações cotidianas dos seminaristas, a celebração da Eucaristia e momentos com familiares e visitantes.

 

Com a graça de Deus e muita colaboração, a diocese pôde realizar diversos projetos, dentre os quais a construção do seminário menor São João XXIII (2014) e o novo prédio da Faculdade de Filosofia e Teologia Paulo VI (2015-2016). Agora é a vez de construir a capela Sagrado Coração de Jesus.

 

O arquiteto Pedro Mota, com competência e inspiração, fez um belo projeto. Os traços arquitetônicos são modernos, leves e envidraçados para que o interior do espaço sagrado, a natureza do lado de fora e a alma orante estejam em sintonia. A fachada principal apresenta uma grande parede em tijolo à vista, tendo ao centro um bem demarcado batente de concreto que emoldura um largo pórtico envidraçado. O terreno em declive permite um andar abaixo com amplo salão de festas, cozinha e toaletes.

O projeto, antes de tudo, é apresentado aos padres, aos fiéis em geral, amigos do seminário, e outros colaboradores. Na festa do seminário, acontece a benção do local da futura capela. Depois, virão os cálculos estruturais e os devidos orçamentos. Para iniciar e dar prosseguimento à construção, a diocese já conta com montante fruto das duas últimas festas do Divino Espírito Santo e com a metade da renda da última festa do seminário.

 

Para concluir, a diocese vai necessitar da colaboração das nossas paróquias, comunidades, pastorais, movimentos e pessoas de boa vontade, numa grande corrente de generosidade, a partir de corações sensibilizados pela bondade e pelo amor do coração manso, humilde, misericordioso e generoso de Jesus Cristo, Senhor da messe e pastor do rebanho.

 

Maria Mãe da Igreja inspire e Deus recompense com verdadeira alegria os que, na gratuidade, participarem dessa obra de evangelização.

 

Dom Pedro Luiz Stringhini

Mogi das Cruzes, 05 de setembro de 2017

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload